p Ciranda Cirandinha: O meu piano velhinho .comment-link {margin-left:.6em;}

Ciranda Cirandinha

A aventura de se ser Mãe e Mulher

4º aniversário da Beatriz

Friday, March 03, 2006

O meu piano velhinho

Era um quarto de cauda. Velhinho, velhinho...
Cheio de mazelas... Cheio de problemas.
Hoje em dia era, já, impraticável tocar-se nele, de tão desafinado que estava...
Hoje foi vendido. Vieram buscá-lo há pouco… E eu não consigo descrever a tristeza que ficou em mim…

*** Ciranda

12 Comments:

At 11:04 PM, March 03, 2006, Blogger CadaLugarTeu said...

ohhh, aquele que ainda ontem este a tocar pelas mãos da tua menina?? aquele que também me serviu de apoio??? é triste desfazermo-nos de algo que já faz parte de nós, ainda que inconscientemente... eu tb tenho saudades do meu.

 
At 1:22 PM, March 04, 2006, Anonymous Helena (heroina) said...

Eu tenho um piano vertical antigo muito bonito que me deu a minha madrinha no Natal no ano em que comprou um de cauda... Não quis que o piano saísse da família e eu fiquei super orgulhosa, adoro-o :) ***************** Também não dá para se tocar, está muito desafinado e tem uma avaria.. mesmo mandando afinar ele não aguenta tempo nenhum :|

 
At 11:02 PM, March 04, 2006, Blogger Rakiel D´O said...

É sempre difícil deixar ir parte do nosso passado... afinal é parte da tua história.
Ficam por certo boas lembranças! Beijinhos

 
At 12:55 PM, March 05, 2006, Blogger Rita said...

Também cresci ao som do piano de cauda do meu avô. Agora que ele morreu e que a casa está à venda, nunca mais verei esse piano...
Percebo-te bem.
Beijocas grandes

 
At 7:35 PM, March 06, 2006, Blogger C_de_Ciranda said...

Esse mesmo Rita... Esse mesmo. E tantas notas levava já tocadas por aqueles dedos pqueninos... :|

Helena, eu também tenho um vertical, acústico, e mais dois bons digitais, mas não é a mesma coisa. Nenhum tem o carisma deste meu velhinho que fazia parte do meu dia-a-dia há tantos tantos anos. Enfim...

Rakiel, benvinda e obrigada pelas palavras ;)

Rita, pois.. entendes-me então. Agora imagina quando, para além de ouvires a sua música, passaste tanntas horas a estudar sentada à sua frente...

Beijinhos a todas.

*** Ciranda

PS: A tristeza continua. Chegar aqui e não o encontrar... doi que se farta.

 
At 12:38 AM, March 07, 2006, Blogger t&v said...

ohhhh :(

 
At 10:43 PM, March 07, 2006, Blogger gracinha, a artista do burlesco said...

Um forte abraço

 
At 10:11 PM, March 09, 2006, Anonymous Anonymous said...

TEMOS SEMPRE PENA, DAQUILO QUE FEZ PARTE DE NÓS CLARO!
MAS VÃO SER UTEIS PARA OUTROS SERES.
BEIJOKAS
CATARINA E JOÃO

 
At 9:36 AM, March 11, 2006, Blogger Sofia said...

Nem imagino......
beijinhos

 
At 11:11 AM, March 11, 2006, Blogger Miss Rabbit said...

O piano de cauda que estava no estúdio??? Acho que ainda cheguei a tocar "martellinhos" (desculpa, mas os meus conhecimentos de piano não chegam para mais..) nele. Percebo-te amiga... o dia em que tiver de me desfazer de uma das minhas violas, acho que morro.

abraço grande!

 
At 7:46 PM, March 13, 2006, Blogger Margarida Atheling said...

Imagino...
Eu acho que não era capaz! Ai, mas isto não é ajuda nenhuma!

Não olhes para trás! É o que me costumam dizer!
Mas não te esqueças de todos os momentos bons que ele te deu!

Beijinhos!

 
At 9:50 AM, March 14, 2006, Anonymous M said...

...

 

Post a Comment

<< Home