p Ciranda Cirandinha: O gato das botas .comment-link {margin-left:.6em;}

Ciranda Cirandinha

A aventura de se ser Mãe e Mulher

4º aniversário da Beatriz

Wednesday, April 13, 2005

O gato das botas

É um das muitas histórias que andam na roda, lá por casa, principalmente pela hora de dormir. Primeiro conta-lha o avô. Ela ouve e aprende, esquadrinha bem aquilo e depois conta-ma a mim. E não digo que saiba mal, termos quem nos conte histórias de encantar, ouvir novas de reinos distantes, episódios de fadas e dragões. Muito pelo contrário. São alguns dos minutos do dia de que não abdico.
.
- Este menino tinha um boinho.
- Moinho. Não é “boinho”.
- Este tinha um boinho, este um burrinh…
- Não é boinho. É mo-i-nho. Moinho! Com M, filha.
Ela para, olha-me, parece encaixar e continua de um sopro, antes que a interrompesse uma outra vez:
- Este tinha um boinho-com-M, este tinha um burrinho e este tinha um gato!!

Escusado será dizer que, depois de mais uma destas, que não há “moral” que aguente e a melhor táctica parece mesmo ser a de fazer de conta e rir muito. Rir, até que nos doa a barriga e finalmente apareça o monstro das cócegas que a há-de fazer rir ainda mais, deixando-a prostrada num misto de felicidade e cansaço. Quero mais, quero mais… Quero muito mais!

*** Ciranda

5 Comments:

At 8:44 AM, April 13, 2005, Blogger ni said...

:oD

 
At 11:03 AM, April 13, 2005, Blogger Margarida Atheling said...

Que sortuda que tu és, minha menina!!!
Há lá coisa mais engraçada do que esse "boinho"?!
Bjs!

 
At 1:15 PM, April 13, 2005, Blogger Oumun said...

ah ah ah
então aqui fica um eijinho com B ;)

 
At 10:44 PM, April 13, 2005, Blogger Tão só, um pai said...

Ai, ai, Ciranda, como contas tão bem, e é tão bonito ...

 
At 11:43 AM, April 14, 2005, Blogger xilileca said...

:) Boa! ( com b )

 

Post a Comment

<< Home