p Ciranda Cirandinha: Desabafo .comment-link {margin-left:.6em;}

Ciranda Cirandinha

A aventura de se ser Mãe e Mulher

4º aniversário da Beatriz

Friday, November 05, 2004

Desabafo

Não, não ando nos meus melhores dias e isto pode ser entendido como um desabafo. Muito provavelmente não deverá ser levado demasiado à letra, mas pronto… Por vezes sabe bem exorcizar estas crises.

Estou absolutamente sem paciência! Ando com os nervos à flor da pele e, por vezes, o nível de irritabilidade atingido é tal, que me assusta… Não sei bem o que se passa. Nestes últimos dias tenho vindo a perguntar se será uma questão de atenção, que possa estar a falhar, ou se sou eu que simplesmente ando mais em baixo de forma e sinto, assim, as coisas de outra forma.

Ter uma criança é algo de muito exigente, como todos os pais podem corroborar. Mesmo que seja uma criança mansa, e que durma e coma bem e que não faça grandes asneiras. É uma tarefa que ocupa muito do nosso tempo e no meu caso, posso dizer que é literalmente a tempo inteiro. Felizmente, não tenho ainda a necessidade de recorrer a um infantário, já que tenho o meu trabalho é suficientemente flexível para me permitir ter a Beatriz comigo o dia todo. Por outro lado, às vezes sinto que pouco é o tempo que tenho para mim.

Até aqui, as duas grandes sestas que fazia, à tarde e à noite, eram dois dos momentos em que conseguia muitas vezes, e com alguma tranquilidade, fazer aquelas coisas importantes que não permitem grandes distracções. Eram também momentos em que sossegava um pouco, não precisando de andar constantemente de olho nela, preocupada com o que andaria a fazer/mexer, etc.

Tenho agora a nítida sensação de que passei esta última semana, a adormecer a menina, para que, mal a deite ela volte a acordar e demore outra eternidade a adormecer, apenas para que a possa, uma vez mais, deitar e ela, uma vez mais, acordar… :/ É desesperante! Não faço mais nada, parece-me…

Aliada a esta irregularidade no sono, vem toda uma série de impertinências, choros, birrinhas de sono, excitação, muitas reclamações e, acima de tudo, muita mas muita asneira… Asneiras repetidas e insistentes. Asneiras mais graves, outras mais ligeiras. E chichis… E eu, que sempre me gabei da facilidade com que aprendeu a ir ao pote, ou da rapidez com que deixou as fraldas e aprendeu, durante o dia, a pedir para fazer chichi na sanita… Nesta última semana teve dias em que se esqueceu de pedir, mais do que uma vez. Curiosamente, e para agravar a situação, apanhou-me muitas das vezes sem muda de roupa. O transtorno é evidente.

E sei que nem sequer é questão de culpa. E sei que – decididamente – ela não faz por mal, nem de propósito. E sei mesmo que não adianta perder a cabeça. Mas o facto é que às vezes é desesperante e às vezes a perco. E dou por mim a contar, não até 10 mas até 50, para evitar erros cometidos muitas vezes comigo própria enquanto crescia. Porque, se por vezes uma palmada pode fazer toda a diferença, se aplicada na devida hora e em circunstâncias muito específicas, muitas palmadas aplicadas a torto e a direito, têm precisamente o efeito contrário. Disso tenho a certeza absoluta.

Espero que passe depressa esta fase. Não gosto de me sentir assim. Torna-se muito complicado gerir tanta coisa ao mesmo tempo, se estamos com um estado de alma exaltado. Torna-se muito complicado ser-se a melhor mãe do mundo. Torna-se ainda mais complicado ser-se mãe e pai. Mesmo que se queira muito e se faça tudo o possível e o impossível com as condições que se tem.

E, se por um lado me apetece de vez em quando desligar o interruptor de mãe, nem que seja por dois ou três dias, por outro apetece-me é tirar dois ou três dias de férias para estar só com ela e não fazer mais nada. Aproveitá-la, simplesmente. Se calhar era mesmo isso…

Enfim, tal como disse, é apenas um desabafo.

5 Comments:

At 10:20 AM, November 06, 2004, Blogger eu said...

Não tem mal nenhum o k acabaste de escrever... Eu não tenho experiência nenhuma, mas compreendo-te. Às vezes, basta uma noite mal dormida pr nos fazer descambar uma samana inteira. Aproveita o fds pr recarregar as baterias. Bjnho carinhoso.

 
At 11:46 PM, November 06, 2004, Anonymous Anonymous said...

Tem calma!!! É so uma fase!!! Umas ferias deviam fazer bem!!! Pode ser stress de trabalho...
Muitas beijocas
PM www.quasegravida.blogspot.com

 
At 1:25 PM, November 07, 2004, Blogger papoila said...

conseguiste pôr a música, certo?

iupiii!
um beijinho.

 
At 8:05 PM, November 07, 2004, Blogger Carla_ said...

Nina... não te chateies com isso :)
Os filhos tomam posse de nós e julgam que estamos lá sempre, disponíveis e que não precisamos de dormir, comer, trabalhar, ler e escrever e lots of stuffs :)
É absolutamente normal às vezes sentires-te sufocada com isso.. querer desligar o interruptor... costumo pensar e dizer, que não há mães perfeitas... há umas que se armam em perfeitas e geralmente são as piores... geralmente numa mãe aparentemente perfeita, falta sempre qualquer coisa de muito importante, dai compensar com o mostrar perfeição...
Sê tu propria, explica-lhe que ha momentos em que a mãe precisa de ter o seu espaço... é para vosso bem acredita :) quanto menos sufocada te sentires, mais lhe dás... sem stresses ou complexos de culpa... isso passa e... como te disse... ela está a entrar na fase das birras, vai ter a menina a bater o pé mais vezes... da primeira vais ficar envergonhada, mas é só agarrar pela cintura e levar tipo saco de batatas hehehehe isso 1 ano depois passa desde que sejas firme e não dês mais importancia ao caso do que aquele que tem :)
Tens desempenhado bem o teu papel... vai com calma :) isso é tudo normal :))))))))))
Carla_

 
At 2:21 PM, November 09, 2004, Anonymous Anonymous said...

Olá Claudinha!

Minha linda, tem calma. Todos nós temos dias maus e bons e eu não sei mesmo como é que resolve isso quando se tem um filho mas sei uma coisa: tua adoras a Beatriz, ela adora-se a ti e portanto não tenho dúvida que amanhã (ou hoje!) o sol vai brilhar com mais cor. Já sabes que se precisares de tirar umas horas para ti, estamos aí para isso!

Um beijo, Sandra

 

Post a Comment

<< Home